Fórum discute potencial econômico da Baía de Todos os Santos
Postado em Eventos e Campanhas em 13/11/2017 às 10h20 por Redação EcoD

bts-ecod.jpg
Baía de Todos os Santos é a segunda maior do mundo em extensão (atrás apenas do Golfo de Bengala) e a maior de águas tropicais
Foto: Mauro Akin Nassor/ Arquivo CORREIO

As oportunidades de investimentos para a Baía de Todos os Santos, sede da Amazônia Azul, serão debatidas na III edição do Fórum Internacional de Gestão de Baías, que será realizado nesta segunda-feira, 13 de novembro, a partir das 14h, na Casa do Comércio em Salvador. Os painéis irão tratar sobre as “Baías mais belas do mundo na Amazônia Azul” e “Investimentos, Infraestrutura e Turismo na Baía de Todos os Santos”.

“O CORREIO entende que é um projeto de fundamental importância tanto de forma estratégica, quanto sustentável para desenvolver a cidade de Salvador. Queremos com isso gerar essa discussão, levando em conta os aspectos sociais, econômicos e ambientais da Baía de Todos os Santos”, afirma o Gerente de Mídias Digitais e Marketing do jornal, Fábio Gois.

Para um dos organizadores do fórum, Eduardo Athayde, que é diretor do WWI-Worldwatch Institute no Brasil e da Associação Comercial da Bahia (ACB), é importante chamar a atenção para este rico patrimônio que está concentrado na maior baía do Brasil e segunda maior do mundo.

“Queremos viabilizar a criação da Agência de Gestão da BTS, para inovar na governança das diversas atividades já existentes na Baía de Todos os Santos, sobretudo nos polos da atividade portuária, turística, industria naval e a de transporte”.

Além de Athayde, o fórum conta com as apresentações de Angelo Calmon de Sá Jr., vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb); Camilo de Souza, capitão de Mar e Guerra da Marinha; Maria das Dores Meira, presidente do Clube das Baías Mais Belas do Mundo; Cláudio Tinoco, secretário de Cultura e Turismo de Salvador; José Alves, secretário de Turismo do Governo da Bahia; e Marcos Lomanto, chefe da assessoria de projetos e parcerias da Embratur.

O Portal EcoD é um projeto do Instituto EcoDesenvolvimento - O conteúdo está sob uma licença Creative Commons CC
Desenvolvido pela 220i | versão tradicional | versão mobile