Como separar os resíduos para a reciclagem
Postado em Reduzir, Reutilizar, Reciclar em 26/04/2018 às 11h26 por Redação EcoD

 

coletaseletiva-ecod.jpg
Se cada brasileiro encaminhar uma latinha para a reciclagem, a economia de energia elétrica da produção de novas latinhas a partir desse material (ao invés de matéria-prima bruta) equivaleria ao consumo de quase 220 mil residências por um mês
Foto: Alexandre Pereira/Flick/(cc)

Há uma série de benefícios associados a reciclagem de materiais e, às vezes, não nos damos conta do impacto que pequenas ações podem ter.

Por exemplo, uma latinha de alumínio reciclada, além de não exigir a extração de matéria prima bruta e os impactos associados, permite economizar 95% da energia que seria gasta para fazer a mesma latinha a partir do minério de alumínio extraído da natureza.

Se cada brasileiro encaminhar uma latinha para a reciclagem, a economia de energia elétrica da produção de novas latinhas a partir desse material (ao invés de matéria-prima bruta) equivaleria ao consumo de quase 220 mil residências por um mês.

Assim, é importante separar corretamente os seus resíduos para que sejam encaminhados e tratados mais facilmente nas cooperativas de reciclagem.

Para facilitar essa tarefa, consulte a tabela que elaboramos com base na ferramenta do site ecycle:

PAPÉIS

Podem ser reciclados:

Não podem ser reciclados:

PLÁSTICOS

Podem ser reciclados:

Não podem ser reciclados:

VIDRO

Podem ser reciclados:

Não podem ser reciclados:

Exigem descarte especializado:

METAIS:

Podem ser reciclados:

Não pode ser reciclado:

[Para saber os postos de coleta mais próximos da sua casa, consulte a ferramenta da eCycle]

(Via Instituto Akatu)

O Portal EcoD é um projeto do Instituto EcoDesenvolvimento - O conteúdo está sob uma licença Creative Commons CC
Desenvolvido pela 220i | versão tradicional | versão mobile