Pessoas em situação de rua ganham sacos de dormir feitos com guarda-chuvas reutilizados
Postado em Voluntariado em 20/07/2018 às 12h22 por Redação EcoD

voluntarias-ecod.jpg
O Semente do Bem depende de doações de guarda-chuvas e TNT, para a confecção dos sacos de dormir e das bolsas para carregá-los
Foto: Jornal do Almoço Rio Grande/Reprodução/Facebook

Um grupo de mulheres está transformando pedaços de tecido de guarda-chuvas em sacos de dormir para pessoas em situação de rua, na cidade de Rio Grande (RS).

As voluntárias são lideradas por Sílvia Martinatto, a criadora do projeto batizado de ‘Semente do Bem’. Ela teve a ideia depois que assistiu a um vídeo na internet sobre o assunto e achou uma boa serventia para tecidos de guarda-chuvas velhos ou quebrados, segundo informações do G1.

Um único saco de dormir necessita de aproximadamente cinco guarda-chuvas

Sílvia não sabia muito bem como fazer os sacos de dormir. Ela guardou o vídeo e, quando sobrava um tempinho livre, assistia de novo e praticava a costura. A dedicação rendeu um ótimo resultado: um saco de dormir quentinho e impermeável – protege os desabrigados do frio e da umidade, bastante comuns na estação mais fria do ano.

A ideia se espalhou e começaram a aparecer novas voluntárias dispostas a ajudar Sílvia. A iniciativa deu um salto depois que firmou uma parceria com o ‘Projeto Esperança Viva’, que serve refeições para os moradores em situação de rua.

O tecido usado na produção dos sacos de dormir custa em média 18 reais o metro. Portanto, o Semente do Bem depende de doações de guarda-chuvas e TNT para a confecção dos sacos de dormir e das bolsas para carregá-los. Um único saco de dormir necessita de aproximadamente cinco guarda-chuvas.

As doações podem ser feitas na sede da organização, localizada na Rua 24 de maio, esquina com a Senador Corrêa, no Centro da cidade.

O Portal EcoD é um projeto do Instituto EcoDesenvolvimento - O conteúdo está sob uma licença Creative Commons CC
Desenvolvido pela 220i | versão tradicional | versão mobile